CasaDaCriança
CASA DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Teresa Macedo
Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, 1001.
Serra Dourada
38.780-000
Vazante/MG
Tel.: (34) 3813-3070
casadacrianca@vazante.mg.gov.br
Horário de atendimento
8h às 17h

Casa da Criança e do Adolescente

Serviço de Acolhimento Institucional

A Casa da Criança e do Adolescente de Vazante/MG é uma instituição que oferece acolhimento provisório para criança e adolescente; que acolhe crianças e adolescentes com idade de 0 (zero) a 18 (dezoito) anos incompletos afastados do convívio familiar por meio de medida protetiva por estar em situação de abandono, negligência, destituição de poder familiar, ameaça e violação de seus diretos fundamentais, ou cujas famílias ou responsáveis encontra-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidados e proteção, até que seja viabilizado seu retorno ao convívio com a família de origem ou na sua impossibilidade, encaminhamento para a família substituta. O serviço oferece aspecto semelhante ao de uma residência, oferecendo ambiente acolhedor e condições institucionais para o atendimento com padrões de dignidade.

A instituição está localizada na comunidade de Vazante/MG com parceria do Município de Guarda-Mor/MG. Tem capacidade para acolher até 15 crianças e adolescentes. Funciona 24 horas por dias, todos os dias do ano. Possui uma coordenadora com graduação ensino superior, uma técnica de psicologia e uma técnica do Serviço Social. A Instituição tem os valores embasados no respeito, amor, dignidade, fé, ética, esperança, responsabilidade ente outros.

Objetivos do Serviço de Acolhimento

Geral

  • Oferecer proteção integral a criança e adolescente em situação de acolhimento e simultaneamente realizar um trabalho de orientação e apoio sócio-familiar, para o fortalecimento da família e para que consequentemente, estas possam ter seus filhos novamente no convívio familiar.

Específico

  • Oferecer um local adequado ao acolhimento, em caráter temporário, de crianças e adolescentes afastados do convívio familiar;
  • Viabilizar a regularização da documentação;
  • Proporcionar o acesso e permanência na escolaridade formal;
  • Propiciar o acesso aos diversos projetos comunitários;
  • Encaminhar para atendimento médico, odontológico, psicológico e etc.;
  • Desenvolver atividades pedagógicas, recreativas e de reforço escolar, com vista ao desenvolvimento cognitivo, afetivo e social;
  • Assegurar e estimular o contato dos acolhidos com suas famílias de origem (ressalvada a existência de ordem expressa e fundamentada de autoridade judiciária em contrário)
  • Atuar de forma articulada com as políticas públicas de educação, saúde e assistência social para viabilizar a integração intersetorial e a articulação em rede de atendimento com o serviço de CREAS, CAPS, CRAS, Conselho tutelar e Sistema de Justiça.
  • Manter regularizados o PIA (Plano individual de atendimento) de forma coletiva integrando todos os serviços envolvidos no acolhimento e no atendimento da criança e do adolescente e de sua família, buscando a reintegração familiar social.